Psicoterapia Cognitivo-Comportamental

A Psicoterapia Cognitivo-Comportamental trabalha com as conexões entre o que uma pessoa pensa sobre si mesma ou sobre uma situação (a parte Cognitiva) e como isso afeta a maneira como ela age (a parte Comportamental).

A Psicoterapia Cognitivo-Comportamental baseia-se em dois princípios básicos:

“1. nossas cognições têm uma influência controladora sobre nossas emoções e comportamentos; e

2. o modo como agimos ou nos comportamos pode afetar profundamente nossos padrões de pensamento e nossas emoções.” (WRIGHT, J. e cols, 2008, p. 15).

Ou seja, a atividade Cognitiva influencia o comportamento; a atividade Cognitiva pode ser mudada e alterada; o comportamento desejado pode ser influenciado mediante a mudança Cognitiva.

A Psicoterapia Cognitivo-Comportamental baseia-se na premissa de que a inter-relação entre cognição, emoção e pensamento está implicada no funcionamento do ser humano.

A Psicoterapia Cognitivo-Comportamental considera e trabalha com o tripé bio-psico-social do ser humano. Os terapeutas que trabalham com esta abordagem, inclusive a Psicóloga Luciana Mancio Balico, reconhecem que há interações complexas entre processos biológicos, influências ambientais e interpessoais e elementos cognitivo-comportamentais na formação da psique humana.

A Psicoterapia Cognitivo-Comportamental focaliza seu trabalho em identificar e corrigir padrões de pensamentos conscientes e inconscientes, a novidade nesta forma de trabalho é que a elaboração é feita junto com o paciente, no sentido de identificar as distorções de pensamentos que lhe causam sofrimento emocional. Trata-se de uma intervenção guiada, conhecido como empirismo colaborativo, onde paciente e terapeuta trabalham em conjunto no empreendimento terapêutico, como uma equipe de trabalho para identificação dos erros lógicos, pensamentos e crenças distorcidas, para posterior modificação desses padrões de pensamento.

É uma abordagem cientificamente testada por meio de ensaios clínicos, tendo demonstrados resultados efetivos no tratamento dos mais diferentes transtornos e em diversos contextos.